Minicurso – Políticas Públicas e Relações Internacionais

Kelly Smith
at Minicurso

Event Timeslots (6)

  • 1º DIA | 22

    -

    Como a aplicação de políticas públicas pode afetar as políticas internacionais. Um importante tema a respeito da globalização, inerente à vontade particular dos Estados de manter suas políticas internas para si, sendo inclusive implementadas e adaptadas para outros Estados, além de outros atores que vem a influenciar as tomadas de decisões intranacionais e internacionais por conseguinte.

  • 2º DIA | 23

    -

    Como a aplicação de políticas públicas pode afetar as políticas internacionais. Um importante tema a respeito da globalização, inerente à vontade particular dos Estados de manter suas políticas internas para si, sendo inclusive implementadas e adaptadas para outros Estados, além de outros atores que vem a influenciar as tomadas de decisões intranacionais e internacionais por conseguinte.

  • 3º DIA | 24

    -

    Como a aplicação de políticas públicas pode afetar as políticas internacionais. Um importante tema a respeito da globalização, inerente à vontade particular dos Estados de manter suas políticas internas para si, sendo inclusive implementadas e adaptadas para outros Estados, além de outros atores que vem a influenciar as tomadas de decisões intranacionais e internacionais por conseguinte.

  • 4º DIA | 25

    -

    Como a aplicação de políticas públicas pode afetar as políticas internacionais. Um importante tema a respeito da globalização, inerente à vontade particular dos Estados de manter suas políticas internas para si, sendo inclusive implementadas e adaptadas para outros Estados, além de outros atores que vem a influenciar as tomadas de decisões intranacionais e internacionais por conseguinte.

  • 5º DIA | 26

    -

    Como a aplicação de políticas públicas pode afetar as políticas internacionais. Um importante tema a respeito da globalização, inerente à vontade particular dos Estados de manter suas políticas internas para si, sendo inclusive implementadas e adaptadas para outros Estados, além de outros atores que vem a influenciar as tomadas de decisões intranacionais e internacionais por conseguinte.

  • 6º DIA | 27

    -

    Como a aplicação de políticas públicas pode afetar as políticas internacionais. Um importante tema a respeito da globalização, inerente à vontade particular dos Estados de manter suas políticas internas para si, sendo inclusive implementadas e adaptadas para outros Estados, além de outros atores que vem a influenciar as tomadas de decisões intranacionais e internacionais por conseguinte.

Política Pública e Relações Internacionais é um curso interdisciplinar que busca compreender as nuances da ação da sociedade civil organizada e do Estado. Diante dessa perspectiva observa-se o papel de desempenho das instituições governamentais, e das instituições privadas como entes promotores de interesses diversos a nível nacional e internacional.

Como cidadãos e membros de uma sociedade temos que ampliar o pensamento crítico e compreender que a política pública é uma ferramenta de inclusão social, cujo uso possibilita ao profissional de Relações Internacionais construir pontes no âmbito da solução de problemas. A partir de uma perspectiva dinâmica o curso privilegia uma abordagem dialogal, a fim de que o aluno possa elaborar os próprios argumentos, e desenvolver um pensamento capaz de articular as diferentes temáticas do quadro político, econômico e social do Brasil e do mundo.

Professores

Bruno Veillard – Bacharel em Relações Internacionais e Mestre em Sociologia Política pelo UCAM-IUPERJ. É professor dos cursos de Ética e Boas Práticas Profissionais em Relações Internacionais e de Metodologia da Pesquisa Científica na Agência Relações Internacionais. Também é analista no CEIRI News como produtor de análises de conjuntura sobre temáticas variadas com ênfase na Europa nórdica, báltica e Rússia. Seus principais assuntos de interesse são política internacional, política externa brasileira, sociologia, terceiro setor, sociedade civil, e meio ambiente e sustentabilidade.

Daniella Motta –Doutoranda e Mestre em Ciência Política pela UFF. Bacharel em Relações Internacionais pelo UCAM-IUPERJ. Pesquisadora membro do grupo de análise de política internacional do Instituto de Ciências Humanas e Filosofia da UFF. Atua nas seguintes linhas de pesquisa: relações internacionais e bilaterais, ciência política, política comparada, migrações internacionais, segurança internacional, e atores e agendas de política internacional.   

Ementa 

O curso aborda uma discussão dos elementos políticos e teóricos que abrangem a ascensão do Keynesianismo, os principais conceitos e definições da politica pública, e a interface da politica externa como uma politica pública mediante a apresentação de estudos de caso específicos.

Objetivos

Conhecer os principais teóricos formadores da Política Pública; 

Analisar os principais aspectos de convergência e de divergência das Políticas Públicas e suas implicações para a democracia;

Discutir as especificidades do conhecimento de Políticas Públicas e sua articulação com estudos de caso de temáticas específicas;

Identificar abordagens de ação e diálogo entre agências governamentais e a sociedade civil;

Fortalecer a integração profissional mediante a valorização da ética e do conhecimento;

Público alvo

O curso é livre para profissionais e estudantes de Relações Internacionais e de Ciências Sociais, assim como de qualquer área de conhecimento, e demais interessados em aprender e desenvolver competências relacionadas as Políticas Públicas no âmbito doméstico e internacional.

Recursos

  • Encontros online com aulas expositivas e dinâmicas;
  • Grupo de Desenvolvimento Profissional no Telegram;
  • Disponibilização de leituras e materiais de apoio;
  • Aulas diárias durante o CONRI com a gravação disponível para consultas;
  • Apoio pedagógico e orientação vocacional;
  • Certificado de 10 horas;

Encontros

Aulas ao vivo de 22/02 à 27/02 das 9:00h às 10:30h através do aplicativo Gotomeeting.

Encontro 1 – Abordagens teóricas de Política Pública (22 de Fevereiro)

  • O que é Política Pública ?
  • Relação entre Estado, sociedade e democracia

Encontro 2 – Políticas Públicas e Direitos Humanos (23 de Fevereiro)

  • Direito Internacional dos Direitos Humanos e o uso dos recursos nacionais em Políticas Públicas
  • Regionalismos, Direitos Humanos e Políticas Públicas: o caso das Américas em perspectiva comparada

Encontro 3 – Políticas Públicas e Diplomacia Científica (24 de Fevereiro)

  • Política, governança e inovação na saúde 
  • Política, gestão e a importância das organizações internacionais na educação 

Encontro 4 Políticas Públicas e Migração (25 de Fevereiro)

  • Políticas Públicas e Direito Internacional em matéria de asilo e refúgio
  • Migração e Terrorismo

Encontro 5 – Políticas Públicas e Meio Ambiente (26 de Fevereiro)

  • Breve histórico: Políticas nacionais e conferências internacionais 
  • Estado, sociedade, preservação e sustentabilidade 

Encontro 6 – Políticas Públicas e Relações Internacionais (27 de Fevereiro)

  • Relação entre as Políticas Públicas nacionais e a Política Externa Brasileira
  • Integração regional e sua influência sobre as Políticas Públicas nacionais: O caso da integração Sul-americana.  

Bibliografia básica

BRASIL, Felipe; CAPELLA, Ana Cláudia. Os Estudos das Políticas Públicas no Brasil: passado, presente e caminhos futuros da pesquisa sobre análise de políticas. Revista Política Hoje. Recife, 2016. 

BUSS, Paulo; CHAMAS, Claudia; FAID, Miriam; MOREL, Carlos. Desenvolvimento, saúde e política internacional: a dimensão da pesquisa & inovação. Cad. Saúde Pública. Rio de Janeiro, 2016.

JOHNSON, Guillermo; LAPERE, Andressa. Política Públicas, Fronteiras e Integração Sul-americana. Tempo da Ciência. Cascavel, 2014. 

LACERDA, Edivania; NEGRÃO, Wesllane. Políticas Públicas Internacionais seus reflexos na Políticas Educacionais Brasileiras. Centro de Estudos e Pesquisas em Didática. Goiânia, 2019.

LASMAR, Jorge. A legislação brasileira de combate e prevenção do terrorismo quatorze anos após 11 de Setembro: limites, falhas e reflexões para o futuro. Revista de Sociologia e Política. Curitiba, 2015.

LUSSI, Carmen. Políticas públicas e desigualdades na migração e refúgio. Auditório do UniCEUB. Brasília, 2015.

MILANI, Carlos; PINHEIRO, Letícia. Política Externa Brasileira: Os Desafios de sua Caracterização como Política Pública. Contexto Internacional. Rio de Janeiro, 2013.

MOURA, Adriana. Trajetória da Política Ambiental Federal no Brasil. Governança Ambiental no Brasil: instituições, atores e políticas públicas. IPEA, Brasília, 2016.

RAMANZINI, Isabela; GOMIDE JR, Natanael. Participação Social em Regimes de Direitos Humanos: estudo comparativo entre sistema interamericano de direitos humanos e instituto de políticas públicas de direitos humanos do Mercosul. Revista Brasileira de Políticas Públicas e Internacionais. Uberlândia, 2020.

SALHEB, Gleidson; NETO, Heitor; OLIVEIRA, Ivanci; JÚNIOR, Milton; BOETTGER, Rafael; MONTEIRO, Vitória; SUPERTI, Eliane. Políticas Públicas e meio ambiente: reflexões preliminares. Revista Internacional de Direito Ambiental e Políticas Públicas. Universidade Federal do Amapá. N. 1, Macapá, 2009.

SOUZA, Celine. Políticas Públicas: Conceitos, Tipologias e Sub-Áreas. Fundação Luís Eduardo Magalhães. São Paulo, 2002.

VÁZQUEZ, Daniel; DELAPLACE, Domitille. Políticas Públicas na perspectiva de Direitos Humanos: Um campo em construção. Sur- Revista Internacional de Direitos Humanos. São Paulo, 2011. 

Bibliografia complementar

ALBUQUERQUE, Rodrigo. Problemas de ação coletiva, bens públicos globais e políticas públicas globais: como e por que surgem as organizações internacionais. V Congreso Latinoamericano de Ciencia Política. Asociación Latinoamericana de Ciencia Política. Buenos Aires, 2010.

BERNARDO, Gláucia. Organizações internacionais como agentes de transferência e difusão de políticas públicas. Conjuntura Global. Curitiba, 2016. GIANEZINI, Kelly; BARRETO, Letícia; GIANEZINI, Miguelangelo; LAUXEN, Sirlei; BARBOSA, Gabriel; VIEIRA, Reginaldo. Políticas Públicas: definições, processos e constructos no século XXI. Revista de Políticas Públicas- UNESC. Criciúma, 2017. 

MELLO, Guiomar. Políticas públicas de educação. Instituto de Estudos Avançados-USP. São Paulo, 1991.

MILANI, Carlos. Política Externa é Política Pública? Revista insight inteligência. Rio de Janeiro, 2015. 

NOGUEIRA, Patrícia. O terrorismo Transnacional e suas implicações no cenário internacional. Universitas - Relações Int. Brasília, 2004. 

NOVICKI, Victor; SOUZA, Donaldo. Políticas públicas de educação ambiental e a atuação dos Conselhos de Meio Ambiente no Brasil: perspectivas e desafios. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, 2010. 

PECCATIELLO, Ana Flávia. Políticas públicas ambientais no Brasil: da administração dos recursos naturais (1930) à criação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (2000). Desenvolvimento e Meio Ambiente- Editora UFPR. Curitiba, 2011. 

PESSOTO, Umberto; RIBEIRO, Eduardo, GUIMARÃES, Raul. O papel do Estado nas políticas públicas de saúde: um panorama sobre o debate do conceito de Estado e o caso brasileiro. Saúde Soc. São Paulo, 2015. 

SALOMÓN, Mónica; PINHEIRO, Letícia. Análise de Política Externa e Política Externa Brasileira: trajetória, desafios e possibilidades de um campo de estudos. Revista brasileira de Política Internacionais. Brasília, 2013. 

Leave a Comment

Your email address will not be published. Fields marked with an * are required.

Today Upcoming Events

Faça parte do CONRI

Desenvolvimento profissional em Relações Internacionais para dar o impulsio que você precisa na sua carreira

Incrições