Minicurso – Negócios Internacionais e Práticas Diplomáticas

Kelly Smith
at Minicurso

Event Timeslots (6)

  • 1º DIA | 22

    -

    Negócios Internacionais e Práticas Diplomáticas estão intimamente ligadas desde antes da existência dos estudos de Relações Internacionais. Uma ferramenta exemplar no uso de negociações de qualquer escala, tornando-se fundamental entender sua relação e prática.

  • 2º DIA | 23

    -

    Negócios Internacionais e Práticas Diplomáticas estão intimamente ligadas desde antes da existência dos estudos de Relações Internacionais. Uma ferramenta exemplar no uso de negociações de qualquer escala, tornando-se fundamental entender sua relação e prática.

  • 3º DIA | 24

    -

    Negócios Internacionais e Práticas Diplomáticas estão intimamente ligadas desde antes da existência dos estudos de Relações Internacionais. Uma ferramenta exemplar no uso de negociações de qualquer escala, tornando-se fundamental entender sua relação e prática.

  • 4º DIA | 25

    -

    Negócios Internacionais e Práticas Diplomáticas estão intimamente ligadas desde antes da existência dos estudos de Relações Internacionais. Uma ferramenta exemplar no uso de negociações de qualquer escala, tornando-se fundamental entender sua relação e prática.

  • 5º DIA | 26

    -

    Negócios Internacionais e Práticas Diplomáticas estão intimamente ligadas desde antes da existência dos estudos de Relações Internacionais. Uma ferramenta exemplar no uso de negociações de qualquer escala, tornando-se fundamental entender sua relação e prática.

  • 6º DIA | 27

    -

    Negócios Internacionais e Práticas Diplomáticas estão intimamente ligadas desde antes da existência dos estudos de Relações Internacionais. Uma ferramenta exemplar no uso de negociações de qualquer escala, tornando-se fundamental entender sua relação e prática.

Visão Geral


Negócios Internacionais e Práticas Diplomáticas estão intimamente ligadas desde antes da existência dos estudos de Relações Internacionais. Uma ferramenta exemplar no uso de negociações de qualquer escala, tornando-se fundamental entender sua relação e prática. O pensamento crítico e reflexivo nas práticas diplomáticas como ferramenta de negociações em diversos cenários é uma exigência da nova realidade que se vislumbra o mundo globalizado.


Professor


Mayara Duarte – Analista e consultora de Comércio Exterior com foco em
importação, exportação e marketing internacional. Pós-graduada em Docência e Gestão do Ensino Superior pela Universidade Estácio de Sá em parceria com Harvard Business Publishing, especialista em Didática da EAD no Ensino Superior.

Objetivos

  • Capacitar-se para liderar processos de internacionalização corporativa, representar sua empresa e fechar negócios nos ambientes mais desafiadores;
  • Compreender as principais dinâmicas da economia global e aprender a identificar os maiores riscos e oportunidades para a sua empresa;
  • Informar-se sobre os parâmetros éticos e culturais do ambiente global de negócios e como compreender variações regionais e locais importantes para sua empresa;
  • Conhecer como as práticas diplomáticas afetam os negócios internacionais e sua expansão;


Público


Estudantes e profissionais da área de Relações Internacionais, que queiram
aprimorar seus entendimentos sobre os conceitos dos Negócios Internacionais e as Práticas Diplomáticas. Profissionais e egressos de áreas correlatas interessados na temática da diplomacia corporativa para fins de conhecimento, relações e/ou negócios internacionais direcionados ao âmbito acadêmico ou corporativo.


Recursos

  • Encontros online com aulas expositivas e dinâmicas;
  • Grupo de apoio no Telegram;
  • Disponibilização de leituras e materiais de apoio;
  • Aulas semanais com a gravação disponível para consultas;
  • Avaliação através de questionários e do seminário final;
  • Emissão de Certificado de 20 horas.


Encontros

Aulas ao vivo de 22/02 à 27/02 das 9:00h às 10:30h através do aplicativo Gotomeeting.


Encontro 1 – Diplomacia Corporativa (22 de Fevereiro)

  • Apresentação da estrutura do curso
  • Visão geral, objetivos e recursos
  • Teoria das Relações Internacionais
  • Técnicas de Negócios Internacionais
  • Negociação internacional e OMC


Encontro 2 – Globalização e Interculturalidade (23 de Fevereiro)

  • Antropologia política e globalização
  • Antropologia Corporativa
  • Interculturalidade nos negócios
  • Estratégias de negócios na economia global
  • Temas sociais na agenda internacional: meio ambiente, desenvolvimento e diplomacia


Encontro 3 – Inteligência Estratégica (24 de Fevereiro)

  • Marketing Internacional
  • Marketing corporativo
  • Comércio Internacional
  • Cenários e Análise de risco
  • Inovação e empreendedorismo

Encontro 4 – Comércio Exterior (25 de Fevereiro)

  • Finanças internacionais
  • Economia Internacional
  • Economia Criativa
  • Direito internacional e negócios
  • Contencioso Internacional: Negociação Diplomática

Encontro 5 – História da política externa brasileira (26 de Fevereiro)

  • Soberania, Autonomia e Não-intervenção
  • Desenvolvimento Nacional
  • Barão Do Rio Branco e a Diplomacia Brasileira nos tempos da República Velha
  • Getúlio Vargas e a II Guerra Mundial
  • Política Externa da Nova República: Alinhamento Versus Autonomia (1945-1961)
  • Política Externa Independente (1961-1964)
  • Política Externa na Ditadura Militar ( 1964-1985)
  • Política Externa nos Anos Do Neoliberalismo
  • Política Externa nos Anos 2000

Encontro 6 – Seminário de Apresentações e Orientações (27 de Fevereiro)

  • Panorama geral, revisão e orientações
  • Entrega e breve apresentação dos trabalhos finais

Método de Avaliação

  • Entrega do formulário – contendo 10 questões sobre um artigo que conste na indicação, a ser entregue 2 dias antes da aula final.
  • Apresentação de uma síntese (oral) / debate - consolidação do aprendizado referente ao aprendizado com a leitura dos artigos indicados correlacionando com os ensinamentos durante o curso, a ser realizada no último encontro (Seminário de Orientações e Apresentações).

Indicações de Artigos:

PETERS, Luciana. A 4ª Revolução Industrial e a retomada econômica póspandemia. Revista Relações Exteriores. Disponível em: > https://relacoesexteriores.com.br/a-4a-revolucao-industrial-e-a-retomada-economica-pospandemia/ <

DAMIN, Leonardo. Reflexos do enfraquecimento da OMC na economia brasileira. Revista Relações Exteriores. Disponível em: > https://relacoesexteriores.com.br/reflexosdo-enfraquecimento-da-omc-na-economia-brasileira/ <

Referências bibliográficas

ALMEIDA, Paulo Roberto de. O Brasil e a construção da ordem econômica internacional contemporânea. Revista Contexto Internacional (Rio de Janeiro: Instituto de Relações Internacionais da PUC-RJ; vol. 26, nº 1, janeiro-junho 2004.

AMARAL, Antônio Carlos Rodrigues do. Direito do Comércio Internacional: aspectos fundamentais. (coordenador). São Paulo: Aduaneiras, 2004.

AMORIM, Celso. A diplomacia multilateral do Brasil: um tributo a Rui Barbosa. Palestra do Ministro das Relações Exteriores, Embaixador Celso Amorim, por ocasião da “II Conferência Nacional de Política Externa e Política Internacional – O Brasil e o Mundo que vem aí” Rio de Janeiro, Palácio Itamaraty, 5 de novembro de 2007. Fundação Alexandre de Gusmão Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais, Brasília, 2007.

FERRARI, Maria Aparecida. A prática das relações públicas internacionais na sociedade contemporânea. Anuário Unesco/ Metodista de Comunicação Regional, a. 12, n. 12, p. 15- 29, 2008.

FILHO, Synésio Sampaio Goes. Fronteiras: o estilo negociador do Barão do Rio Branco como paradigma da política exterior do Brasil. Rio Branco, a América do Sul e a modernização do Brasil. Organizadores: Carlos Henrique Cardim, João Almino. Rio de Janeiro: EMC. 2002.

L’ETANG, Jacquie. Public Relations and diplomacy in a globalized world: an issue of public communication. American Behavioral Scientist, v. 53, n. 4, p. 607-626, 2009.

NOBRE, Guilherme Fráguas;FILIMON, Nela. Business diplomacy in a consulariate format: global legitimacy challenges for an industry to be. In: INTERNATIONAL BUSINESS DIPLOMACY CONFERENCE, 1st, Zwolle, Netherlands, december 4th, 2015.

OLIVEIRA, Ivan Tiago Machado. A Atuação do Brasil no Sistema de Solução De Controvérsias da OMC: O Caso do Contencioso do Algodão contra os EUA. Repositório IPEA, 2010. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/4722/1/BEPI_n2_atuacao.pdf

Bibliografia Complementar

ALVES, Thiago. Refugiados e seus direitos no Brasil. Revista Relações Exteriores. Disponível em: > https://relacoesexteriores.com.br/refugiados-e-os-seus-direitos-no-brasil/ <

DW ECONOMIA. Brasil na OMC: vitória na briga contra UE. DW Economia, 2005. Disponível em: . Acesso em: 17 de maio de 2020.

MAGALHÃES, José Calvet de. Manual diplomático: direito diplomático e prática diplomática. Lisboa, Editorial Bizâncio, 2005.

NOBRE, Guilherme Fráguas. A democratização da diplomacia: novos atores na oferta e demanda por serviços diplomáticos. Orbis Latina, v. 5, n. 1, p. 7-18, 2015.

SCHERER, Lucas; CORRÊA, Eduardo. Formação da política externa brasileira e argentina. Revista Relações Exteriores. Disponível em: > https://relacoesexteriores.com.br/formacao-da-politica-externa-brasileira-e-argentina/ <

TROYJO, Marcos Prado. Manifesto da Diplomacia Empresarial e outros escritos. São Paulo: Lex Editora, 2005.

VEIGA, Pedro Vieira da Motta; RIOS, Sandra Polónia. A OMC na nova política comercial brasileira. Estadão, 2019. Disponível em: https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,a-omc-na-nova-politica-comercial-brasileira,70002698314

Leave a Comment

Today Upcoming Events

Faça parte do CONRI

Desenvolvimento profissional em Relações Internacionais para dar o impulsio que você precisa na sua carreira

Incrições